Notícias

Custo Brasil: o que é e qual o peso dos tributos no bolso dos empresários?

A VPN is an essential component of IT security, whether you’re just starting a business or are already up and running. Most business interactions and transactions happen online and VPN

Quem é empresário já deve estar mais do que ciente das dificuldades intrínsecas de nosso ambiente de negócios e que afetam, direta ou indiretamente, a operação de boa parte das organizações. Muitos desses obstáculos, por sua vez, se relacionam com o chamado Custo Brasil, outro conceito que você já deve ter ouvido falar por aí.

Mas você sabe, realmente, qual a definição de Custo Brasil e que fatores compõem esse termo?

No novo artigo da bwise contabilidade, confirma uma análise detalhada desse conceito e os impactos que ele gera para a economia do país. 

Veja também como o sistema fiscal brasileiro contribui negativamente para ampliar os desafios do Custo Brasil e que caminhos uma empresa pode tomar para reduzir esses entraves.  

Boa leitura!

O que é o Custo Brasil?

O termo Custo Brasil foi utilizado pela primeira vez em 1994 no Contrato de Gestão do Serviço de Planejamento da Petrobrás, com o intuito de descrever os custos para as atividades produtivas em território nacional.

Nesse sentido, o conceito está completando 20 anos e, de lá para cá, uma série de estudos foram realizados para determinar o peso do Custo Brasil para:

  • A competitividade do país em escala internacional;
  • A distribuição logística de produtos e serviços;
  • Os custos trabalhistas e tributários do país;
  • O custo para abertura, financiamento e atividade empresarial no Brasil;
  • O custo da tomada de crédito, dentre outros.

Para termos uma ideia do impacto do Custo Brasil para a economia, o próprio Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), estimou que, em 2023, as dificuldades estruturais do país geraram um montante de custos na casa de R$ 1,7 trilhão.

Quais fatores compõem o Custo Brasil?

Também segundo o MDIC, são diversos os fatores que compõem o Custo Brasil, dentre eles, podemos citar:

  • Custos relacionados ao ambiente regulatório do país;
  • Custos relacionados ao acesso a insumos básicos como energia e gás;
  • Problemas de infraestrutura logística;
  • Custos trabalhistas;
  • Custo para o financiamento da atividade empresarial no Brasil;
  • Custo para abertura e fechamento de empresas;
  • Problemas de competitividade e interferência estatal;
  • Entraves para o desenvolvimento de inovações e novas tecnologias;
  • Dificuldade de acesso a serviços públicos;
  • Complexidade e alta carga tributária do país;
  • Complexidade de nosso ambiente regulatório;
  • Dificuldade de integração com cadeias globais de negócio.

Como é possível inferir, todo esse conjunto de obstáculos, naturalmente, atrasa nosso desenvolvimento econômico, dificulta a atração de investimentos para o país e, consequentemente, limita o potencial empreendedor dos brasileiros. 

Tributos x Custo Brasil

E grande parte do Custo Brasil é composta pelas dificuldades e alto custo imposto por nosso sistema tributário.

Para termos uma ideia mais clara desse cenário, de acordo com o MDIC, os impactos fiscais respondem por até R$ 310 bilhões de todo o montante do Custo Brasil em 2023. 

A parcela só é menor do que os custos trabalhistas e relacionados ao emprego de capital humano nas empresas (até R$ 360 bilhões). 

E sabemos que esse cenário se justifica por diferentes razões:

  • Uma pesquisa da Universidade Alemã Ludwig Maximilian apontou o Brasil como o país mais complexo do ponto de vista tributário; 
  • As empresas brasileiras gastam, em média, mais de 1500 horas por ano apenas para calcular impostos e obrigações que fazem parte de seu calendário fiscal;
  • As mudanças fiscais ocorrem no Brasil em um ritmo desenfreado – segundo um estudo do IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação) desde que a Constituição Federal foi promulgada em 1988 até 2021 (data da pesquisa), mais de 320 mil normas tributárias foram criadas.

Há esperanças de que se ganhe maiores níveis de simplificação com a Reforma Tributária recentemente promulgada – todavia, o custo tributário (e, consequentemente, o Custo Brasil) ainda deve ser expressivo, uma vez que, segundo estimativas iniciais, nosso país deve ter um dos Impostos sobre Valor Agregado (IVA) mais altos do mundo. 

Como reduzir o peso dos tributos para sua empresa?

Para minimizar os impactos do Custo Brasil, ao menos no âmbito fiscal, o ideal é contar com o suporte de uma consultoria especializada em atividades como o planejamento tributário.

Por meio do planejamento, é possível buscar os melhores caminhos para garantir a segurança tributária da sua empresa e, ao mesmo tempo, gerar economia com impostos e contribuições.

Conte com a bwise nessa jornada e supere os desafios do Custo Brasil!

Compartilhe o conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email
Share on whatsapp
Wellington Calobrizi

Wellington Calobrizi

Fundador na Calobrizi Holding

Comentários

Posts Recentes

Siga-nos

Assine a nossa newsletter

Este site usa cookies para melhorar a experiência de navegação Ao continuar, você nos dá permissão para implantar cookies de acordo com nossa Política e privacidade de cookies.